Procon Carioca multa 12 agências do Itaú e do Bradesco por tempo de espera na fila

06/11/2018 16:51:00


A Operação Chega de Fila do Procon Carioca multou 12 agências dos bancos Itaú e Bradesco por ultrapassarem os 15 minutos de espera para atendimento, determinados pela Lei 5254/2011. Todas reincidentes. As agências do Itaú 0934, no Boulevard Vinte e Oito de Setembro, em Vila Isabel, e 5631, na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca, foram multadas em 20 mil reais cada por excederem o tempo de espera. Também do Itaú, as agências 0281 e 8417, na Rua Conde de Bonfim; 8072, na Rua Haddock Lobo, na Tijuca; e 6476, na Rua Dias da Cruz, no Méier, foram multadas em 10 mil reais por atrasar o atendimento.

 

As agências do Bradesco 3248, na Avenida Cesário de Melo, em Campo Grande; 3463,  na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca; e 2790, na Avenida Ministro Edgar Romero, em Madureira, foram multadas em 10 mil reais devido ao atraso. Já a agência 0226, na Rua Pinto de Figueiredo, também na Tijuca, foi multada no mesmo valor por não exibir em locais visíveis a informação da localização dos bebedouros e banheiros.

 

 

A agência 8065 do Itaú, no Boulevard Vinte de Oito de Setembro, foi multada por não disponibilizar autenticação do horário de atendimento e informação sobre a Lei, como o tempo para espera, e escala de trabalho dos funcionários. Em dias que antecedam ou posteriores a feriados prolongados, o tempo máximo para espera passa para 30 minutos. As agências também devem oferecer aos clientes bancos prioritários, sanitários e bebedouros. Ao término do atendimento, o cliente tem o direito de receber comprovante do horário em que foi atendido.

 

A agência 6090 do mesmo banco, na Rua Silva Rabelo, no Méier, foi multada por exceder o tempo de espera na fila e número insuficiente de assentos prioritários.

 

A agência 6021 do Itaú, na Estrada do Tindiba, na Taquara, foi notificada por não disponibilizar o mínimo determinado de quinze assentos para uso preferencial e a escala dos funcionários em local visível. Cliente do Bradesco, a comerciante Fernanda Fernandes afirma que o problema é recorrente: "O banco que mais demora é o Bradesco, que demora em média 40 minutos para atender. Já aviso logo à dona da loja em que trabalho que vou demorar." No Itaú, o porteiro Rodrigo Severino da Silva também encontra dificuldade: "Aproveito o horário do almoço para pagar minhas contas. Aqui, costuma passar o tempo de 15 minutos, algumas vezes chegando a 30 minutos."

 

De acordo com a presidente do Procon Carioca, Márcia Mattos, a Operação Chega de Fila vai continuar. "Precisamos fazer valer a lei que regulamenta o atendimento nas agências bancárias que já tem sete anos de existência e, até hoje, é descumprida, com tempos de espera que costumam dobrar em relação ao tempo determinado pela legislação", disse a presidente.

 

Não foram encontradas irregularidades nas seguintes agências:

- Agência 6870 do Bradesco, na Avenida Cesário de Melo, em Campo Grande;

- Agência 0552 do Bradesco, na Rua Augusto de Vasconcelos, em Campo Grande;

- Agência 0416 do Itaú, na Rua São Francisco Xavier, no Maracanã;

- Agência 5666 do Itaú, na Rua Afonso Cavalcanti, na Cidade Nova;

- Agência 4895 do Itaú, na Rua Mariz e Barros, na Tijuca;

- Agência 0666 do Bradesco, na Rua Mariz e Barros, na Tijuca;

- Agência 5665 do Itaú, na Rua Haddock Lobo, na Tijuca;

- Agência 2755 do Bradesco, na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca;

- Agência 0703 do Itaú, na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca;

- Agência 0314 do Itaú, na Avenida Nelson Cardoso, na Taquara;

- Agência 6875 do Bradesco, na Estrada dos Bandeirantes, em Curicica;

- Agência 9083 do Itaú, na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, em Copacabana;

- Agência 0309 do Itaú na Rua Dias da Cruz, no Méier.


Imagens relacionadas: